07/03/2019

Resenhando o Conto: O Caboclo - Shay Nuran (conto 4)


Oiiiii gente, voltei.
Hoje estou aqui para compartilhar com vocês sobre o quarto e último conto da série Era Uma Vez no Carnaval, confesso que até agora o meu preferido tinha sido o primeiro, mas depois que terminei O Caboclo mudei de ideia.
Esse foi muito especial pra mim, eu amo Pernambuco e toda a minha família é de lá, porém nasci em SP e tenho pouco contato com a cultura tão rica de lá(espero mudar isso) ler sobre o Maracatu Rural foi incrível(já tinha ouvido um pouco sobre, mas nunca tinha visto em livros/contos sobre ♥).
Então sem muita enrolação vamos a resenha:


O Caboclo
Lorena foi passar uns dias em Nazaré da Mata onde iria fazer um trabalho sobre o Maracatu, aproveitou para passar uns dias com sua família, já fazia muito tempo que ela não ia pra lá passar o carnaval. Estava muito feliz, foi até o local marcado para começar seu trabalho, a faculdade tinha marcado um horário para que ela falasse com o diretor da sede, mas ela mal tinha começado a entrevista e ele teve que ir resolver alguns problemas, ele pediu pra que a moça voltasse no dia seguinte, mas antes de ir embora Lorena não pôde deixar de reparar em Saulo, o filho do diretor, um rapaz muito bonito e atraente, mas que seu primo falou que não era muito sociável.
Lorena voltou no dia seguinte, como tinham combinado. Mas o diretor tinha saído cedo para resolver alguns problemas e ainda não tinha voltado, ela ficou bem triste, mas Saulo veio até ela para que ela pudesse fazer as perguntas.
Mas Saulo estava um pouco bravo com várias coisas que estavam acontecendo e acabou descontando em Lorena, e pediu para que a moça não voltasse mais lá. Ela saiu com lágrimas nos olhos, não tinha culpa de nada, decidiu ajudar, telefonou para a mãe(que era uma renomada jornalista) e pediu para que ela fosse até lá. Na manhã seguinte sua mãe estava lá, foi até a sede conversar e colocar o plano em prática.
Lorena continuou com seu trabalho, pediu para seu primo tirar algumas fotos para ela, ficou muito sentida pela forma que Saulo lhe tratou, ele nem conhecia ela.
Mais tarde saiu com Felipe almoçar, viram que Saulo estava do outro lado da rua, mas Lorena não queria nem olhar na cara dele, mas ele ficou observando ela o tempo todo.
Sua mãe conseguiu uma forma de ajudar o Maracatu e todos os que participavam dele, fez uma matéria contando tudo e logo saberiam se surtiria o efeito desejado. Saulo foi até a casa da tia de Lorena, pediu para que conversassem e lhe entregou flores.
Ele queria se redimir e pediu para que ela lhe acompanhasse pois queria mostrar uma coisa que seria inédita e ela poderia gravar e colocar no seu trabalho. Ela então aceitou e ele mostrou onde morava, explicou o que iriam fazer, e aí as coisas foram ficando mais intensas.
Lorena aprendeu muitas coisas sobre o Maracatu, ajudou Saulo, e estavam bem felizes, porém nem tudo são só flores.
Talvez o amor de carnaval dure apenas até a quarta de cinzas.....

Nem sei o que dizer desse conto, foi um dos melhores que já li. Também quero me formar jornalista assim como Lorena e agora a minha vontade de passar o carnaval em Pernambuco aumentou e muito ♥
O conto também trata de intolerância religiosa e como isso afeta as pessoas, sério eu nem sei como expressar o meu amor por esse conto, ele é simplesmente incrível.
Ficou curioso e quer ler também?! Clica aqui e aproveita que está baratinho lá na Amazon ;)

Espero que vocês tenham gostado dessa série de posts sobre o Carnaval.
Acho que amanhã vou liberar mais um, então fiquem por aqui pra não perder nada.

Me contem aqui nos comentários se vocês acham que eles ficaram juntos, vamos conversar :)
Até o próximo post
bjo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada(o) pela visita.
Deixe o seu comentário que retribuirei com todo carinho ♥

Design e Desenvolvimento por Bruna Leite