04/09/2019

Divulgação: VI Encontro de Poetas da Língua Portuguesa

Oiiiii gente, voltei.
Hoje estou aqui para divulgar um evento bem bacana que começa amanhã 05/09. Então sem muita enrolação bora pro post:


Evento une povos por amor à Língua Portuguesa

Unir povos e homenagear a língua pátria. Esses são os objetivos do VI Encontro de Poetas da Língua Portuguesa, que acontece a partir do dia 5 de setembro, no Rio de Janeiro. O evento conta com palestras, apresentações poéticas, musicais e lançamentos de antologia comemorativa. Além do Brasil, a edição será realizada na África, em Guiné-Bissau, dos dias 18 a 21, na Europa, em Lisboa, de 26 a 28. Gratuito e aberto ao público, as inscrições são feitas pelo e-mail:  encontrodepoetasdalinguaportuguesa@hotmail.com

Segundo a mentora e organizadora da iniciativa, a cantora e poetisa brasileira Mariza Sorriso, o projeto nasceu em 2013. Desde 2014, vem sendo realizado, anualmente, nas cidades do Rio de Janeiro, Lisboa e numa capital de língua portuguesa em solo africano. "Por exemplo, em 2017, foi em Maputo. Em 2018, em Luanda. A partir deste ano conta com o Apoio Institucional da CPLP."
Mariza comenta que uma das propostas do projeto é promover a inclusão. Segundo ela, os encontros sempre apresentam poetas das mais variadas idades e níveis de vivência poética, renomados e premiados doutores e PHD's em Letras, ao lado de poetas neófitos. "Mais de duas centenas tiveram seus dons poéticos despertados através dos nossos Encontros, alguns já com destaque internacional. Até a quinta edição contávamos com mais de 2000 poetas participantes", revela.
O evento também conta com o lançamento da antologia comemorativa: 'A Poesia na Rota dos Camões'. O livro conta com a participação de 142 poetas dos países lusófonos. A obra faz homenagem a importantes artistas, como a poetisa e romancista brasileira Maria Firmina dos Reis, o poeta guineense Vasco Cabral e as portuguesas Sophia de Mello Breyner Andresen e Amália Rodrigues pelo centenário.

Programação:
A abertura do VI EPLP acontecerá no Rio de Janeiro no dia 05 de setembro às 14 h. no Real Gabinete Português. Em seguida, nos dia 06 e 07, segue para o auditório do Museu da República.
Em Guiné-Bissau, o evento será nos dias 18 a 21 no Centro Cultural Brasileiro, no Centro Cultural Franco-Bissau Guineense, no Centro Cultural Português - GB e na casa de Vasco Cabral. A organização do EPLP ainda visita a Instituição máxima da Cultura, Pindjiguiti, Fortaleza de Amura, Museu da Luta de Libertação Nacional, Presidência da República.
Já em Lisboa, o projeto será realizado, dia 26, na Sede da CPLP, Fundação Casa de Amália Rodrigues, e, dia 28, na Biblioteca do Museu dos Desportos.

Então quem puder participar fica ai a dica.
Infelizmente sou de SP e não poderei ir, mas quem for depois me conta o que achou?! Estou bem curiosa.
Espero que tenham gostado ♥
Até o próximo post
bjo 

22/08/2019

Projeto Literário: Fotografando Livros - Agosto


Oiiiii gente, voltei.
Simmm estamos de volta com o projeto fotografando livros ♥
Estava com saudade desse projeto tão amorzinho e espero que agora ele continue firme e forte.
O tema escolhido para esse mês não poderia ter sido outro, já que nosso folclore é tão rico, nada mais justo do que dedicar esse post a ele.
Não tenho muitos livros que falam sobre o Folclore, mas consegui achar alguns e as fotos vocês conferem a seguir :)

Projeto Literário: Fotografando Livros - Agosto (Livro + Folclore)






A minha foto favorita com toda a certeza foi a última ♥
quer participar também? Entra em contato comigo, vamos pensar em temas bem legais para fotografar.
Me contem aqui nos comentários qual a sua lenda favorita vou adorar saber.
Espero que tenham gostado :)

Até o próximo post
bjo

Divulgação: Livros sobre o Folclore


Oiiiii gente, voltei.
Hoje estou aqui para apresentar pra vocês alguns livros que falam sobre o nosso Folclore ♥
O Selo Nossas Raízes da Editora Estrela Cultural promete boa leitura e muita diversão para as crianças.
Então bora para o post:

Em 22 de agosto celebra-se o Dia do Folclore Brasileiro. A data foi escolhida com o intuito de preservar e valorizar as histórias, tradições culturais e personagens do folclore nacional. Com o intuito de enriquecer ainda mais o conhecimento dos pequeninos sobre as lendas e raízes do nosso povo, a Estrela Cultural, editora focada em promover cultura e educação de maneira inovadora.
As obras da casa editorial, além de lúdicas, são de fácil leitura e possuem alguns recursos interativos, carregando manifestações folclóricas riquíssimas com personagens extraordinários.
E esses são os títulos que reúnem os melhores contos do nosso folclore:

Cuca, qual é a cor da sua toca?
Nesse incrível livro interativo, escrito por Lalau e ilustrado por Laurabeatriz, a criança terá contato com oito as cores mais importantes: vermelho, azul, amarelo, verde, branco, preto, laranja e rosa. Nessa história, Cuca decide pintar a sua toca, mas fica indecisa sobre qual cor pintar. E, no meio do enredo, de forma divertida, aparecem outros personagens do folclore, como o Saci, o Curupira, a Iara, o Boitatá, o Boto, o Lobisomem e o Papa-Figo. Após a leitura das peripécias da Cuca, é hora de montar o quebra-cabeça que acompanha a obra e torna esse experiência muito mais prazerosa, reforçando o aprendizado das cores.

Título: Cuca, qual é a cor da sua toca?
Autor e ilustração: Lalau e Laurabeatriz
Indicação: a partir dos 3 anos
Abordagem: Pluralidade Cultural
Contém na embalagem: 1 livro, 8 quebra-cabeças (12 x 12 cm) de 5 partes, total de 40 peças.

Sobre o autor: Lalau é um poeta paulista, trabalho como redator em agências de propaganda, além de ter exercido outras atividades ligadas à palavra. Lalau acha que, sem os números, a gente não saberia a data do aniversário e o dia de Natal. Que chato!

Ilustração: Laurabeatriz é carioca, artista plástica, e já participou de várias exposições com pinturas, desenhos e xilogravuras. Para Laurabeatriz, ficar sem os números seriam um problemão. Como saber o tamanho do sapato e o telefone dos amigos?

 Saci, cadê o número que estava aqui?
A obra interativa "Saci cadê o número que estava aqui?" escrita por Lalau e ilustrada por Laurabeatriz, a criança terá contato com números de 1 a 10 de forma lúdica e prazerosa, por meio de um dos principais personagens do folclore brasileiro: o Saci, que no mundo fantástico é aquele que esconde as coisas da pessoas pregando-lhes uma peça. Após a leitura, é hora de montar o quebra-cabeça que acompanha o livro e torna esse experiência muito mais prazerosa, reforçando o aprendizado dos números. O objetivo é que as crianças, além de unir as peças correspondente ao mesmo número, consigam encaixá-las para estimular também a coordenação motora.

Título: Saci, cadê o número que estava aqui?
Autor e Ilustração: Lalau e Laurabeatriz
Páginas: 32 - medida do produto: 21 x 21 x 4,5 cm
Contém: 8 cartelas de quebra-cabeças (12 x 12 cm) com 40 peças no total.
Preço: R$ 49,90

Curupira e a floresta 
O Curupira fez uma descoberta maravilhosa: uma floresta de letras! E resolveu fazer poesia para os bichos, os pássaros, as árvores e tudo aquilo que ele ama e protege nas matas do Brasil. Será que ele é um bom poeta? Você também quer brincar com essas letras? O livro vem acompanhado de um jogo de formação de palavras, que amplia a experiência de leitura da criança. O jogo também contribui no processo de alfabetização dos pequenos.

Título: Curupira e a floresta
Indicação: A partir de 6 anos
Autor e Ilustração: Lalau e Laurabeatriz
Contém na embalagem: 1 livro, 1 tabuleiro de formação de palavras com 64 fichas (letras) e 1 dado.
Páginas: 32
Preço: R$ 69,90

Coração musical de Bumba Meu Boi
Em coração musical de Bumba Meu Boi, a autora Heloisa Prieto faz o leitor cavalgar nas aventuras, envolvido pelos ventos repletos de serestas, segredos de violeiros e cavaleiros, jornadas entre mundos que apenas parecem distantes. Nessa história que resgata a tradição de Bumba Meu Boi, a autora sente uma grande alegria ao poder recorrer as obras de Mário de Andrade e Guimarães Rosa e revisitar o universo mágico da sua infância. Ao montar um cavalo e senti o encantamento de estar entre o chão e o céu, movimentando-se de acordo com a respiração de uma criatura muito maior, Heloisa aprendeu a soltar sem medo as rédeas da imaginação, algo que devemos conquistar a todo instante.

Título: Coração musical de Bumba Meu Boi
Indicação: a partir de 8 anos
Autora e Ilustração: Heloisa Prieto e Jô Oliveira
Páginas: 64
Preço: R$ 34,90

Sobre a autora: Heloisa Prieto passou grande parte da infância em fazendas, ouvindo lendas e cantigas tradicionais. A escritora pesquisa e traduz literatura fantástica de suspense, lendas urbanas e literatura encantada no período medieval ao longo dos anos. A atratividade do extraordinário e a maneira como a arte do sonho permeia a vida das pessoas tem sido fonte de inspiração para várias de suas obras. Autora de 75 livros de ficção e fantasia, ganhou vários prêmios, como Melhor Livro de Folclore, Melhor Livro Infantojuvenil (ube) e Melhor Projeto Editorial (Prêmio Jabuti - cbl). Atualmente dedica-se ao estudo de obras de fantasias relacionadas à mitologia celta.

Ilustrações: Jô Oliveira nasceu em Pernambuco e estudou na Escola Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro. Seus primeiros livros e quadrinhos foram impressos na Itália e depois conquistaram o mundo. Entre inúmeros prêmios, ganhou quatro vezes a medalha Olho de Boi, como melhor selo brasileiro, e por duas vezes recebeu o troféu Melhor Selo do Mundo.

Para conhecer todo o catalogo da Editora Estrela Cultural é só clicar aqui

Pra quem tem filhos/sobrinhos ou quer presentear com livros fica ai a dica ♥
Eu amei todos, mas confesso que o Coração Musical de Bumba Meu Boi ganhou meu coração :)
Me contem se vocês já conheciam esses livros, se conhecem a Editora.
Vou adorar saber.

Até o próximo post
bjo

20/08/2019

Ligue o Fusca - Curso do Sesc de Guarulhos ♥


Oiiiii gente, voltei.
Domingo eu não consegui liberar o post do Beda(fé no Pai que vai dar tudo certo), mas eu tenho um motivo e queria compartilhar com vocês :)
Desde que abriu o Sesc aqui em Guarulhos tenho feito alguns cursos e ido lá com bastante frequência(tanto que esse mês ainda quero fazer mais dois cursos, então se preparem que vou compartilhar tudo por aqui ♥).
No domingo aprendi o que é um Arduino e agora eu tenho um Fusca que acende kkkkkkkk.....
Sem muita enrolação vamos ao post:


Ligue o Fusca!
Primeiramente quero compartilhar que o curso é gratuito, ganhamos o material, mas temos que chegar lá com meia hora(ou mais) de antecedência para pegar a senha.
Primeiro eles se apresentara, depois entregaram os kits.
Esse da foto é o meu fusca, o primeiro passo foi funilaria e pintura kkkkkkk..... o meu não ficou muito bom(pelo menos eu não achei) pois pintei de lápis de cor, acho que se tivesse pintado de canetinha ficaria melhor :)


Depois de colar as fitas de cobre e encaixar as peças chegou a hora de soldar, confesso que não gosto muito kkkkkk.... tenho um certo medo de me queimar, mas deu tudo certo, só deu um probleminha pois uma lâmpada não queria acender, mas eles conseguiram arrumar pra mim ♥ a parte de trás ficou como aparece aí na foto.


A parte da frente ficou assim, com todas as peças encaixadas.
Então chegou a hora de aprender a mexer no Arduino(um programa de computador), foi até que fácil e aprendemos a fazer uma luzinha piscar depois a outra, só tem que prestar atenção aos comandos pois se estiver errado ou faltando alguma coisa dá erro. Foi bem legal também ♥


Ele com a bateria fica assim, sem estar conectado no computador ele não pisca, mas ficou lindinho do mesmo jeito.
Eu amei a experiência de poder aprender mais, não sei se ficou bem explicado, tudo é novo pra mim, mas queria compartilhar com vocês ♥

Se quiser conhecer mais sobre o Arduino é só clicar Fusca Arduino e acompanhar o trabalho deles.
Também fica a dica pra quem quer se aventurar e conhecer cursos novos, no Sesc tem vários(se na sua cidade tiver um Sesc vale muito a pena conhecer a programação e conhecer o espaço dele).
Espero que tenham gostado ♥
Até o próximo post
bjo

19/08/2019

Resenhando o Conto: Louis e Noémie - Um (a)caso de amor em Paris - Giulia Mancini


Oiiiii gente, voltei.
Hoje estou aqui pra compartilhar com vocês a resenha de um conto muito amorzinho que li esses dias ♥
Fui completamente transportada para dentro do conto, senti tudo o que os personagens sentiram e também conheci Paris(e amei muito ♥).
Então bora para o post:

Louis e Noémie - Um (a)caso de amor em Paris

Louis era noivo de Blanche e ela queria deixar o amor deles eternizado em um cadeado com suas iniciais, depois jogariam a chave no rio Sena. Noémie tinha uma lista de coisas que queria realizar enquanto estivesse em Paris e uma delas seria eternizar o amor dos dois colocando um cadeado com suas iniciais e jogando a chave no rio. Mesmo Gael não acreditando muito nisso ele resolveu atender ao pedido da namorada.
Assim que um reparou no outro, não conseguiram prestar atenção em mais nada. Blanche teve que chamar Louis várias vezes para que ele lhe desse atenção, ela queria que ele fosse andar de bicicleta com ela, mesmo sabendo que ele tinha medo. Acabou indo sozinha.
Gael recebeu um telefonema e teve que ir embora, deixando Noémie sozinha na ponte.
Era para ser um momento romântico para os dois casais, mas acabou de uma forma que eles não esperavam.
Louis decidiu falar com a moça de sorriso bonito, Noémie foi um pouco grossa com ele, mas depois de um tempo conversaram numa boa. Foi então que ela convidou o rapaz para um café. E ele aceitou.
Conversaram, bastante, conheceram os gostos musicais e passaram um bom tempo juntos e depois de muita insistência Noémie mostrou para o rapaz sua lista com coisas que ela queria fazer em Paris.
Depois de saírem do café, ela foi até o banheiro. Enquanto esperava por ela, Louis recebeu um telefonema, era Blanche e ela disse que tinha sangue por todo o lado. Ele pediu para o garçom que estava lá fora papel e caneta, anotou o seu e-mail e telefone, então pediu para que ele entregasse para a moça de cabelos escuros e vestido lilás. Quando ela saiu e viu que Louis não estava lá sentiu um misto de sentimentos. O garçom entregou o papel para a pessoa errada.
Alguns anos mais tarde Louis estava na ponte, mas não era o mesmo de 6 anos atrás. Até que viu uma moça tentando tirar o cadeado, um guarda se aproximou e ela foi em direção ao rapaz. Disse que não tinha conseguido tirar o cadeado deles, o guarda disse que não era permitido fazer isso e ela disse que era tradição, pois depois de casados tinham que trocar o cadeado por um novo.
Louis depois de algum tempo percebeu que conhecia aquela moça, tão parecida e tão diferente da que ele conheceu anos antes.
Louis e Noémie se reencontraram na ponte, depois de tanto tempo e agora eles tem a oportunidade de conversarem. Mas as coisas não são tão simples, eles mudaram muito e sofreram muito também.
Talvez esse reencontro possa trazer o brilho para os olhos de Louis e o sorriso para Noémie, o sorriso que encantou o rapaz no primeiro "encontro deles".

"Paris falava com ela de uma maneira que nenhuma outra cidade do mundo jamais falou. Paris falava com o coração dela, falava com a saudade e falava com o amor."

"Eles são e sempre serão almas perdidas, porque quem faz alguém sofrer simplesmente não conhece o amor."

"...só duas coisas movimentam o mundo: o amor ou a falta dele."

"Para sempre é tempo demais quando se fala de um amor não correspondido."

"On ne vit qu'une fois"(a gente só vive uma vez)
Sério, estou apaixonada por esse conto, um dos melhores que eu li ♥
Já quero conhecer Paris e quem sabe criar a minha lista igual a Noémie.

Me contem se vocês já conheciam o conto, se já leram, se também sentem vontade de conhecer Paris. Vou adorar saber ♥

Até o próximo post
bjo

PS: não consegui tirar a foto do post hoje, está nublado e chovendo então assim que conseguir eu venho e atualizo ;)

Design e Desenvolvimento por Bruna Leite