03/08/2017

Clube do Livro Delirante - Caixa número 3


Oiiiii gente, voltei.
Estou um pouco atrasada em postar as coisas que vieram nas caixinhas do Clube do livro Delirante, então vou aproveitar que esse mês está rolando Beda e colocar tudo em ordem :)
Essa caixa chegou faz algum tempo(acho que foi em maio) e a cada caixinha fico mais apaixonada ♥♥♥
Sem muita enrolação vamos lá:


Chegou por aqui 2 livros, alguns poemas, uma ilustração do livro Uma Princesinha No País das Maravilhas, um prendedor de corujinha, um chaveiro de corujinha e um marcador ♥


O Último Homem na Torre - Aravind Adiga
Os moradores da Sociedade Cooperativa Habitacional Vishram na Torre A sempre se orgulham de sua respeitabilidade. De fato, não é um lugar bonito, não possui água corrente o tempo todo, está cercado de favelas e no caminho dos aviões que voam para o aeroporto de Mumbai. Mas suas qualidades superam seus defeitos: a Torre A é um modelo de vizinhança e das grandes virtudes da classe média, em que pessoas das mais diferentes origens vivem em perfeita harmonia. Ou, ao menos, é o que seus habitantes gostam de acreditar. Mas tudo isso será posto em jogo com a chegada de Dharmen Shah, um magnata do mercado imobiliário que enxerga ali o local perfeito para construir seu novo prédio de luxo e acredita que uma oferta generosa será suficiente para convencer seus residentes a se mudarem. Mas Shah deverá combater a resistência do professor aposentado Masterji, um homem disposto a enfrentar todo o tipo de insulto e ameaça em defesa de uma vida comunitária.


Requiem - Antonio Tabucchi
O italiano Antonio Tabucchi faz, em Requiem(1991), uma declaração de amor a Lisboa, cidade que adotou para viver e onde morreu; e sobretudo ao português, idioma no qual escreve esse romance. num estado entre a realidade e o sonho, seu protagonista deambula pelas ruas da capital portuguesa num tórrido domingo de julho. Sabe vagamente que tem tarefas a cumprir; entre elas, um encontro marcado para o meio-dia com o poeta Fernando Pessoa. No percurso errático em que vivos e mortos se encontram, ele revê pessoas do passado e tenta desatar alguns nós de sua vida. Alcança, assim, a medida exata entre o humor e o drama, uma obra impecável.


Um marcador muito amor, que tem uma frase da Cassandra Clare no verso, um chaveiro e prendedor de corujas ♥ Essa ilustração muito linda e alguns versos(ainda quero fazer um post especial com eles, quem sabe depois que eu postar todas as caixinhas).

Espero que tenham gostado
Até o próximo post
bjo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada(o) pela visita.
Deixe o seu comentário que retribuirei com todo carinho ♥

Design e Desenvolvimento por Bruna Leite