05/01/2016

Não é uma resenha: Mundo Cão


Mundo Cão
Autor: Matheus Peleteiro
Editora: Novo Século - 166 páginas


Oiii gente, voltei.
Esse foi um dos livros debatidos no Clube Entre Leituras do mês de novembro.

Esse é um livro diferente de tudo o que eu já li: literatura marginal.
O livro retrata a história de Pedro, um rapaz de 18/19 anos que mora na favela Roda Viva e mora com seus avós, aprendeu a gostar de livros e rock com seu amigo Luís, mas seu melhor amigo era o Rodrigo. É um rapaz diferente dos que viviam lá, não queria se meter nos "negócios" de lá e foi por isso que resolveu procurar um emprego. Encontrou um bar que iria inaugurar e conversou com o responsável(não acreditou que seria contratado), mas três dias depois recebeu uma ligação com a notícia que começaria na segunda.
Assim que recebeu o primeiro salário já alugou um quartinho para morar, tinha várias mulheres, mas gostava mesmo era da Carol.
No seu trabalho ele podia curtir música boa e sempre que possível pedia para seu chefe sair mais cedo para que pudesse aproveitar direito os shows, foi então que começou a beber.
Foi em uma festa que viu Carol triste pois seu namorado beijando uma amiga e então ela beijou Pedro. Foi aí que eles começaram a sair.
Pedro foi promovido e começou a trabalhar em outro bar como gerente, ele era responsável por tudo e recebeu um aumento. Se mudou e todas as noites ia buscar a Carol, tudo estava dando certo para ele.
Mas do mesmo jeito que tudo começou a dar certo também começou a dar errado, o pai de Carol morreu, abriram vários bares perto do que Pedro trabalhava, ele arrumou uma briga no trabalho e (como já tinha sido ameaçado pois tinha faltado na semana anterior) foi demitido, não tinha guardado dinheiro e Carol depois de alguns dias o abandonou.
Pedro não sabia o que fazer, teve que ir procurar outro emprego, mas não conseguiu nada. Então ele foi falar com Rodrigo que agora era um do bando do Marcola(o que mandava no morro). Falou que também queria entrar nos "negócios" e então Rodrigo o levou até Marcola, mas algo inesperado aconteceu: Marcola não aceitou os serviços dele.
Então Pedro foi até o outro morro e ofereceu seus serviços ao rival de Marcola e claro que ele aceitou.
Já no primeiro trabalho ele se deu mal, foi acusado de um crime que não cometeu e pagou por isso, foi preso e conseguiu escapar. Fez o que sempre falou que jamais faria e no meio de tudo isso perdeu seu amigo Rodrigo.
Foi então que se tornou o dono do morro. 
E tudo o que ele mais sonhou se perdeu no caminho.

Esse livro te faz refletir sobre como tudo o que você está lendo é a realidade de muitas pessoas.

Umas das coisas que eu mais gostei foi: as citações de várias músicas, então você as músicas da playlist enquanto lê :)

PS: não vai ter a resenha do outro livro escolhido nesse mês por motivos de: não consegui terminar de ler, mas em breve faço um post falando um pouco sobre ele :)

até o próximo post
bjo


6 comentários:

  1. Olá!
    Até que gostei desse livro, também não conhecia nenhum livro do gênero, mas achei bem interessante.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. esse livro é ótimo, ele nos mostra a realidade sabe?!
      eu super indico :)
      ótima semana
      bjo

      Excluir
  2. Oi querida Tati!

    Juro que nunca tinha ouvido falar deste livro! Meu Deus! Já quero ler. Capa maravilhosa, resenha fenomenal. Nunca li um livro com tema tão cru assim, entendo sua surpresa. Obrigado por trazer tão interessante indicação, adorei! <3

    Beijos.

    Ewerton Lenildo - Viajante das Letras.
    viajantedasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Obrigada, esse livro retrata bem a realidade das comunidades, eu super indico :)
      ótima semana
      bjo

      Excluir

Muito obrigada(o) pela visita.
Deixe o seu comentário que retribuirei com todo carinho ♥

Design e Desenvolvimento por Bruna Leite