12/01/2018

Ano Novo, Metas Novas?


Oiiiiiiii gente, voltei.
Declaro encerradas as minhas "férias" da blogosfera kkkkk....
Como passaram o Natal? E o Ano Novo? Muitas metas? Muitas coisas que querem mudar?
Eu confesso que minhas metas literárias já estão prontas, mas as minhas pessoais ainda não(e olha que hoje já é dia 09/01 ¬¬')
Mas estou aqui para falar das minhas metas literárias e vocês devem estar se perguntando o motivo daquele ponto de interrogação ali né?!
Já vou explicar que apesar de estarmos em um ano novo nem todas as minhas metas são novas, achei que posso sim "reaproveitar" algumas metas não cumpridas do ano passado :)
Não coloquei muitas, quando consegui alcançar as metas eu vou aumentando.
Então vamos lá:

Metas literárias para 2018:

- Ler 40 livros ou mais;

- Terminar o projeto De Volta a Nárnia;

- Ler 13 livros(ou mais) do Projeto Brasil em Livros;

- Ler e resenhar/comentar 20 contos ou mais;

- Ler os 12 livros que eu separei para esse ano(no ano passado eu li apenas um dos que eu tinha separado).

Por enquanto as metas são essas, coloquei elas em uma parte do meu caderno de leituras, alias se vocês quiserem eu posso fazer um post mostrando o caderno, como eu separei as categorias, essas coisas :)
Também tenho algumas novidades que vou contando nos próximos posts.

Me contem as metas de vocês, vou adorar saber :)
Então vamos com tudo pois esse ano promete, alguém mais está sentindo isso?

Até o próximo post
bjo

23/12/2017

2017...


Oiiiiiii gente, voltei.
É meio engraçado estar escrevendo esse post hoje, ontem mesmo falei para minha mãe que a retrospectiva deveria passar no último dia do ano pois muita coisa pode acontecer, e agora estou aqui escrevendo sobre meu ano e ele nem acabou.
Sei que muitas coisas podem acontecer, mas resolvi que era a hora de escrever esse post.
Vamos ao post sem muita enrolação:

Mas antes de qualquer coisa me conta aqui nos comentários como foi o seu ano de 2017.

Sabe quando você sente que o ano que está por vir não vai ser muito legal?! Foi exatamente isso que eu senti no final de 2016 e meio que estava certo o que eu senti.
Parando para analisar esse ano foi um dos piores da minha vida, muitas coisas aconteceram, algumas que prefiro deixar só no meu coração. Mas também foi um ano de muito aprendizado.
Quem me acompanha aqui no blog deve ter percebido que fiquei um bom tempo sem postar e todas as vezes que eu tentei postar todos os dias(inclusive agora em dezembro) foi flop na certa. Mas eu não sei ao certo se foi meu desanimo que afetou o blog ou não postar que me desanimou. Confuso?! Muito :)
Tantas outras coisas que eu amo fazer foram afetadas esse ano, minhas leituras(além de não bater a minha meta de leitura, sabe aqueles 12 livros para 2017?! Então provavelmente eu só lerei um). Entre tantas coisas que eu amo e não tinha o menor animo para fazer.
Minhas metas de 2017 também não consegui cumprir quase nenhuma :(
Mas o ano também teve seus altos e eu tentei aproveita-los da melhor forma possível.
Se eu fosse dizer a palavra que definiu esse ano com toda certeza seria: aprendizado.

Aprendi que nem sempre estamos bem e que faz parte da vida se sentir assim, mas que se isso te impedir de fazer o que gosta é melhor pedir ajuda;
Aprendi que muitas coisas não dependem somente da gente, que tudo tem seu tempo para acontecer;
Aprendi que sempre vai ter alguém que se preocupa com você e quer te ver feliz;
Aprendi que o passado deve ficar lá, que não podemos guardar mágoas pois não vale a pena;
Aprendi também que não posso abraçar o mundo, que sou só uma e que deixar as coisas para última hora não me ajuda em nada;
Aprendi que sempre vai ter alguém torcendo para que sejamos felizes, sempre vai ter alguém que admira o nosso trabalho e sempre vai ter alguém que vai dos dar forças nos dias mais difíceis.

Aprendi tantas coisas nesse ano que talvez não fosse possível ter aprendido se ele fosse só flores.
Sei que ainda estou devendo alguns posts, mas vou colocando tudo aqui nos próximos dias.

Então por favor não desistam de mim ♥
Sou muito grata por cada pessoa que entra aqui para ler os posts, obrigada mesmo, vocês são incríveis.
Obrigada também a cada pessoa que se importa comigo, com o meu bem estar e mesmo com toda as minhas maluquices e paranoias não desiste de mim ♥
Espero que em 2018 tudo seja diferente, tudo mesmo. Espero que meus planos deem certo e que muitas novidades cheguem aqui :)

Mas esse não vai ser o último post do ano não, ainda vamos nos reencontrar por aqui.
Obrigada por mais um ano de aprendizados ♥

Amo vocês.
Até o próximo post
bjo

14/12/2017

Conhecendo Novos Autores no Wattpad: Clare Neumann


Oiiiiii gente, voltei.
Vamos conhecer mais uma autora incrível?!
Hoje estou aqui para apresentar pra vocês a Clare e sua obra ♥
Então vamos lá:


Clare Neumann
Desde pequena fui motivada a ler pela minha mãe e meu avô, então tenho o hábito desde criança. Só conheci meu pai aos 10 anos, então não cheguei a crescer com ele e meus meio-irmãos. Por isso, eu tinha principalmente os livros para servir como companhia.
Comecei a escrever por causa das Fanfics de Harry Potter. Logo que descobri sobre elas, me apaixonei pela ideia de poder criar as minhas próprias histórias naquele universo. Então, enquanto eu tinha entre 11 e mais ou menos 15 anos as Fanfics eram basicamente o que eu escrevia.
Com o tempo li outros livros de outros autores e pude desenvolver meu próprio estilo de escrita, enquanto os assuntos das Fanfics que eu escrevia mudavam. Eventualmente comecei a escreve-las em inglês e tive confiança o bastante na minha escrita para adentrar no mundo das histórias originais. Escrevi algumas isoladas e uma que gosto muito, tanto que neste momento estou escrevendo a quarta continuação dela.
Meu primeiro livro, Reino de Sangue, foi escrito no fim da minha adolescência para que eu pudesse extravasar alguns dos meus sentimentos da época. Depois de ter enviado originais dele para grandes editoras e não ter recebido respostas, acabei por disponibilizar o texto gratuitamente na internet. O livro ficou disponível assim por muito tempo, até eu descobrir que uma editora pequena, a Modo Editora, tinha aberto um concurso que premiava com uma publicação gratuita. Minha família nunca foi rica, então quando o livro era aceito por editoras pagas não tinha condições de publica-lo. Por isso, este concurso foi perfeito para mim. No final de 2015 descobri que tinha ganho o concurso e o livro foi publicado em meados de 2016. O processo de pós produção foi longo e árduo, mas a equipe da Modo foi indispensável para que o meu material fosse melhorado para o meu público. O lançamento oficial do livro aconteceu durante a Bienal do livro de São Paulo daquele ano, e foi uma experiência incrível para mim.
Ao final de 2016, no entanto fui diagnosticada com esclerose múltipla, uma doença autoimune degenerativa que ataca o sistema nervoso. Depois de um diagnostico longo e sofrido, comecei a fazer uso de um tratamento que me ajudou a melhorar minha saúde grandemente. A doença é para a vida toda, mas eu encontrei um modo de lidar com ela.
Ainda em 2016, eu comecei a escrever um projeto diferente de tudo que já tinha escrito até então: uma distopia. Ela começou como um modo de refletir o cenário pelo qual o país passa até hoje, mas cresceu para se tornar um modo que eu achei para conseguir lidar com um relacionamento passado que eu tive. Por este motivo, o par romântico do livro não para de brigar, mas também não consegue ficar separado.
Decidi chamar este livro de "Juno & Jupiter", pois o foco da história é o modo como este casal consegue enfrentar as adversidades em um mundo desolado e mesmo assim continuar neste relacionamento disfuncional. O título vem dos nomes dos protagonistas, e tive a ideia para eles me baseando dos mitos greco-romanos que contam como os deuses Juno e Júpiter eram um casal, mas um casal longe de ser considerado como normal ou romântico.
O livro está disponível na Amazon, ele também foi aceito pela Editora PenDragon em outubro.

Sua Obra:


Angelus Daemonicus
Daniel Pryde, investigador paranormal, encontra em um prédio abandonado a pessoa que muda a sua vida faz com que ele seja forçado a fazer uma escolha que o mudará para sempre.

Para adicionar a sua biblioteca é só clicar aqui

Para seguir a autora no Wattpad é só clicar aqui
E para comprar o livro dela que está na Amazon é só clicar Aqui, confesso que fiquei bem curiosa pra saber mais sobre esse livro ♥

Obrigada Clare por participar do projeto ♥
Espero que vocês tenham gostado.
Me contem aqui nos comentários se vocês já leram o livro dela, se ficaram curiosos(as) também, vou adorar saber :)

Até o próximo post
bjo

12/12/2017

Divulgação: Antologia Encontros e Reencontros


Oiiiiiii gente, voltei.
Hoje estou aqui para compartilhar uma novidade com vocês.
Mas primeiro me respondam: Vocês já viram a antologia que a Editora Delirium está organizando?!
Ainda não?!
Então senta aqui do meu lado e vamos conversar:


Há quem culpe o destino, azar e outros. O fato é simples: durante a vida você conhecerá centenas de pessoas, a esmagadora maioria vem e passa, alguns viram pedacinhos alegres da memória, um pouquinho de nada vira uma lembrança apaixonada, uma saudade, uma dor de querer perto novamente. Se o destino tem culpa, se o cupido erra mais do que acerta, controvérsias, aqui e acolá casais do passado se reencontram anos ou até mesmo décadas depois.

Esta antologia trata destes reencontros, do acaso dando uma desajeitada mãozinha ao cupido. Encontros & Reencontros traz 11 (onze) histórias de reencontros em um futuro, traz romance, drama, sorrisos, declarações, corações enamorados etc. E traz (obviamente) um reencontro. Quem não gostaria de reencontrar alguém marcante do passado?

Para saber mais informações sobre os contos, temas, financiamento coletivo e etc. é só clicar aqui e ir direto para a página do blog da Editora Delirium.
Para ver o projeto no Catarse é só clicar aqui, vamos apoiar esse livro tão lindo ♥

Eu quero muito que a minha inspiração volte e eu possa mandar um conto também, já pensaram um conto meu nessa antologia tão amorzinho?!
Acho que eu teria um treco de tanta emoção kkkkk....

Tem um conto com essa temática aí guardado e se animou com a antologia?
Chegou a hora de tirar esse conto da gaveta e mostrar pra todo mundo ♥
Aproveitem que podem mandar os contos até o dia 31/12.
Não fiquem fora dessa.
Conheçam a Editora e os livros incríveis que eles já lançaram, Uma Princesinha no País das Maravilhas é um dos meus preferidos ♥

Me avisem se forem mandar o seu conto, ficarei aqui torcendo por vocês.
Até o próximo post
bjo

11/12/2017

Não é uma resenha: Rosas e Chocolate - Tatyana Zille


Oiiii gente, voltei.
Já faz um tempo que o José da Oasys Cultural entrou em contato comigo perguntando se eu gostaria de ler Rosas e Chocolate, assim que li a sinopse aceitei ♥ Demorei um pouco mais que o previsto para ler e resenhar(desculpe pela demora), mas o grande dia chegou :)
Ainda não conhecia a escrita da Tatyana, mas estou apaixonada, ela escreve com tanta doçura, a leitura se torna tão leve e me transportou para dentro do livro.
Vamos a resenha:

Rosas e Chocolate
Tatyana Zille
Chiado Editora -  95 páginas

Rosas e Chocolate
Conhecemos Yasmim e sua amiga Monik, Yasmim sofreu um acidente de carro, além de perder um grande amigo ela também perdeu os movimentos das pernas e agora vivia sobre uma cadeira de rodas.
Monik e Yasmim foram passar um tempo na Europa, lá Yasmim começou um tratamento para recuperar um pouco dos movimentos, passaram dezoito meses fora, mas elas tinham que voltar e ela teve que interromper o tratamento. Depois das festas de final de ano elas estariam de volta a sua terra natal, mesmo muito emocionadas se despediram de Ana e voltaram para o Brasil.
Marcus estava ansioso para reencontrar as duas, como o voo chegaria de manhã se arrumou todo para ir buscá-las. Marcus gostava de Monik, mesmo guardando isso para si, mas as amigas perceberam alguma coisa. Durante o café conheceram Geraldo, um amigo de Marcus(além de ser seu chefe), ele estava voltando de um rapel que tinha feito na cidade vizinha, começou a conversar com todos que estavam ali. Alguns dias se passaram e Geraldo e Yasmim se tornaram bem próximos, logo evoluiu para um namoro e eles estavam muito apaixonados.
Resolveram então morar juntos, Marcus trouxe algumas peças de roupas para a casa que Yasmim dividia com Monik, tudo estava indo muito bem até que em uma sexta, enquanto a cidade estava em festa, Yasmim estava preocupada pois já era tarde da noite e nenhum sinal de Geraldo, ela tentou ligar para ele e nada. Conversou com Monik e a mesma ligou para o Marcus perguntando se ele sabia do amigo.
Aquilo estava muito estranho, Geraldo não era de fazer essas coisas, então Marcus ligou no escritório e nada do amigo, resolveu então que iria até a delegacia. Chegando lá não poderiam ajudá-lo pois só começam as buscas depois de vinte e quatro horas. Ele não queria esperar tudo isso então recebeu a ajuda do Cabo Rodrigues que estava na delegacia.
Monik ouviu um barulho estranho no quarto de Yasmim, foi até lá e chamou a amiga, nada de respostas, girou a maçaneta e encontrou a cadeira de rodas no chão ao lado da amiga. Ficou tão desesperada que ligou para o Marcus. Precisava de ajuda. Ele voltou imediatamente. Chamaram uma vizinha que era enfermeira para socorrer Yasmim, logo ela voltou a si.
Resolveu que iria no posto de saúde saber o motivo que estava lhe fazendo passar mal, e teve uma grande surpresa.
Como enfrentaria tudo aquilo sem Geraldo do seu lado? Onde estaria seu grande amor?
A vida de Yasmim não foi nem um pouco fácil, desde pequena teve que batalhar por tudo o que almejava. Ela ainda teria que passar por muitas provações. Sempre à procura de Geraldo.

"Todos temos problemas e temos que conviver com eles e encontrar as respostas para que, ao invés de amarguras, apareçam soluções."

Foi muito legal conhecer a vida do Geraldo e da Yasmim, saber das coisas que antes de se conhecerem.
Yasmim vai passar por muitas, muitas coisas boas e ruins e é incrível a forma com que ela lida com a dor, sempre em frente e nunca se deixando abater.
Confesso que em alguns momentos fiquei com o coração apertadinho e não saberia o que fazer se eu estivesse no lugar dela.
Foi um livro com um grande aprendizado e eu amei a leitura.
Obrigada pela oportunidade José, e obrigada Tatyana por escrever um livro com tanta sensibilidade.
Fica aqui a minha dica de leitura.

Me contem aqui nos comentários se vocês já leram esse livro, se já conhecem a Autora e a escrita dela.
Me contem tudo vou adorar saber.

Até o próximo post
bjo

Design e Desenvolvimento por Bruna Leite